Nossa História
"Que a vossa fé não se baseie na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." 1Cor 2,5

ARTIGOS

Trabalho: uma conquista em meio aos obstáculos

Segundo o sociólogo Anthony Giddens "o trabalho é realização de tarefas que envolvem o dispêndio de esforço mental e físico, com o objetivo de produzir bens e serviços para satisfazer necessidades humanas e é em todas as culturas, a base da economia". Em contrapartida observa-se que muitos trabalhadores não têm nem suas necessidades básicas garantidas.

O homem sempre trabalhou para sobreviver; a partir da Revolução Industrial no século XIX, as indústrias começaram a dispensar a mão- de - obra humana por conta das máquinas. Isso resultou em um grande índice de desemprego e as pessoas foram obrigadas a realizar atividades informais. Segundo a OIT (Organização Internacional do trabalho), entre 1995 e 2005 a taxa de desemprego global foi de 25%.

A globalização neoliberal faz com que a base do capitalismo seja a exploração injusta do trabalhador. Em se tratando de Brasil as garantias trabalhistas foram conquistadas a partir do governo de Getúlio Vargas quando o mesmo instituíra as férias, 13% salário, abono salarial, FGTS dentre outros. Por outro lado, o trabalho escravo, herança do período Colonial, ainda é uma realidade em muitas regiões do país, a exemplo da cultura da cana-de-açúcar, sisal, carvão dentre outros. Muitas empresas obrigam os funcionários a realizar largas jornadas de trabalho, além de forçarem os mesmos a cumprirem metas, oferecendo um insignificante salário.

Diante disso tudo, uma reflexão passa ser feita: trabalhar por que e para que? Será que as pessoas atualmente sentem-se estimuladas a trabalhar? Há uma formação laboral? A realidade é que se vive uma grande contradição, pois muitos jovens se vêem muitas vezes impossibilitados de serem contratados por não possuírem experiência e os mais maduros por serem considerados ultrapassados. É valido lembrar que muitos cursos profissionalizantes, a exemplo do CETEB, SENAI, SENAC e outros, por empresas particulares são oferecidos constantemente. Com relação à mão- de- obra madura, os concursos públicos dão prioridade a elas em caso de empate. Já as pessoas portadoras de necessidades especiais também já estão sendo obsolvidas pelo mercado de trabalho por conta de uma lei estabelecida pelo Governo Federal.

O Bolsa Família programa criado durante o governo de Fernando Henrique Cardoso e instituído pro Luis Inácio Lula da Silva, veio em favor da inclusão de pessoas mais carentes. Porém, alguns indivíduos passaram a se acomodar, temendo trabalhar por conta de correrem o risco de perder esse benefício. Há também casos nas quais toda renda que chega aos lares seja oriunda dos aposentados e que sustentam a família toda. O salário mínimo estabelecido no país também é uma vergonha.

Expressar a criatividade, desenvolver as potencialidades dos indivíduos, respeitando os direitos de cada um constituem direitos primordias do trabalho. Organizações governamentais e não governamentais devem promover reflexão constante acerca da valorização do homem no mundo do trabalho, fazendo com que esse deixe de ser um estorvo e passe a ser uma realização.


Pe. Luís Carlos de Cerqueira
Pároco







HOME | NOSSA HISTÓRIA | MENU DE ARTIGOS | DIVULGAÇÃO DE EVENTOS | GALERIA DE REGISTROS FOTOGRÁFICOS

Paróquia Senhor do Bonfim 
Pe. Luís Carlos Cerqueira
Praça Padre Lacerda , s/nº - Centro - Distrito de Bonfim de Feira
44120-000 Feira de Santana - BA
Telefone Paroquial: (75) 3204-8218
E-mail: contato@paroquiasenhordobonfim.com.br
WebMail: Acesso Restrito
  IDEIA.COM.BR

Página Principal Nossa História Menu de Artigos Divulgação de Eventos Registros Fotográficos E-mail WebMail - Acesso Restrito Visite o site oficial da Arquidiocese de Feira de Santana