Nossa História
"Que a vossa fé não se baseie na sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." 1Cor 2,5

ARTIGOS

Estados Unidos, Brasil e China: países em transformação - uma nova ótica

Até pouco tempo atrás os Estados Unidos era conhecido como uma potência mundial. Entretanto, os meios de comunicação têm mostrado que essa realidade passou por modificações. Atualmente, outros países a exemplo do Brasil e da China tomaram esse “posto”.

Ao ser eleito em 2008, Obama fora aclamado como o “Salvador da Pátria”, teve seus momentos de glória, mas também de adversidades. Por meio do comando americano, o maior líder terrorista, Osama Bin Laden foi perseguido e morto. Já a grande crise que abateu a economia americana ocorreu agora em 2011. Desemprego, fragilidade econômica e insegurança têm feito parte no cotidiano do povo norte americano.

Nesse contexto, o Brasil passa a se destacar, em constante ascensão. O progresso se dar em vários setores: mais alunos nas escolas, universidades e mais pessoas no mercado de trabalho formal e informal. Empresas e indústrias são instaladas, cursos profissionalizantes são direcionados aos futuros trabalhadores. A economia está estabilizada, dando perspectiva de crescimento interno e externo. A partir daí se dá o seu reconhecimento internacional.

Porém, de acordo com o sociólogo Francis FuKuyama, o país ainda ignora que sem equilíbrio entre o poder do governo e a sociedade, os momentos euforia têm fôlego curto. Isso que dizer que a corrupção política brasileira deve deixar de ser uma realidade, além disso, a população deve usar critérios positivos na hora da escolha dos seus representantes e depois, ao fiscalizarem os seus trabalhos.

Já a China passa ser um dos maiores fenômenos econômicos das últimas três décadas. Esse país tem apresentado grande desenvoltura no tocante a fabricação de equipamentos eletrônicos, automóveis e mercado consumidor. O governo Chinês acabou investindo nas três fontes para um possível desenvolvimento: exportação, investimento e consumo.

Porém, o economista britânico Arthur Lewis, Nobel da Economia, morto em 1991, frisou que chegará o momento em que a “fórmula do crescimento” não terá mais sentido, e a “ armadilha da classe média” que consiste na estagnação da mão de obra camponesa, aumento dos salários e a aceleração da inflação farão parte da realidade dessa nação. É válido frisar que ao utilizarem esse modelo de desenvolvimento, alguns países se “deram bem”, a exemplo do Japão e da Coréia do Sul.

Heráclito, grande filósofo, há século, já dizia que “tudo muda, tudo se transforma, o mundo está em constante mudança”. O exemplo desse três grandes países serve para mostrar que as atitudes e reflexões tanto do Estado quanto da sociedade são alicerce para as novas gerações: atitudes positivas levam ao progresso. Atitudes impensadas, ao caos. No entanto é viável deixamos o nosso egoísmo de lado, dando apoio ás nações que vivem sob o julgo das guerras e da fome, como é caso da África e do Haiti.


Pe. Luís Carlos de Cerqueira
Pároco




HOME | NOSSA HISTÓRIA | MENU DE ARTIGOS | DIVULGAÇÃO DE EVENTOS | GALERIA DE REGISTROS FOTOGRÁFICOS

Paróquia Senhor do Bonfim 
Pe. Luís Carlos Cerqueira
Praça Padre Lacerda , s/nº - Centro - Distrito de Bonfim de Feira
44120-000 Feira de Santana - BA
Telefone Paroquial: (75) 3204-8218
E-mail: contato@paroquiasenhordobonfim.com.br
WebMail: Acesso Restrito
  IDEIA.COM.BR

Página Principal Nossa História Menu de Artigos Divulgação de Eventos Registros Fotográficos E-mail WebMail - Acesso Restrito Visite o site oficial da Arquidiocese de Feira de Santana